Eu sumi, mas já voltei

19 março 2017

Já faz um bom tempo que eu queria fazer um post mais pessoal aqui no blog - muito tempo mesmo -, mas eu sempre ficava com o pé meio atrás sobre isso, porém é hora de deixar as inseguranças de lado e fazer o que eu realmente quero.
O último post foi no primeiro dia de Fevereiro e depois disso sumi, só aparecia por aqui para responder os comentários e uma parte disso foi preguiça e a outra faculdade. Sim, depois de um ano vegetando em casa e fazendo maratonas de séries na Netflix, eu finalmente comecei minha faculdade de Design Gráfico 😃

As aulas começaram na terceira semana de Fevereiro e por enquanto está tudo sendo bastante agradável. Já conheci um pessoal, já fiz vários trabalhos, já tenho trabalhos em grupos e até uma agência de comunicação que faz parte de um trabalho de Elementos e Técnicas de Comunicação com o Mercado - nominho grande, né?

Resumindo tudo é isso, eu sumi por conta da faculdade para tentar me ajeitar já que durante o carnaval eu tive trabalhos de quase todas as disciplinas, mas agora estou de volta. Tem bastante post prontinho só esperando eu clicar no "publicar".

O blog possivelmente passará por algumas mudanças em breve e não só no visual, mas no conteúdo. Uma das coisas que mais gosto de falar por aqui é sobre filmes, séries, fotografia e as vezes um produto ou dois que estou usando, mas quero muito mesmo incrementar aqui uns posts mais pessoais com um resumo mensal de como anda sendo minha vida e mesmo que ninguém os leia, é algo que estou sentindo uma imensa vontade em fazer.

Se alguém se interessar eu posso escrever posts sobre a faculdade e afins, mas não esperem grandes coisas no momento, pois ainda só tive um mês e alguns dias de aula e já estou me descabelando com a aproximação da primeira prova que é Microeconomia.

Sei que dei uma sumida, mas não desistam de mim. Vou me esforçar para fazer posts semanais - ou quase isso, rs.
E por falar em faculdade, você já começou a sua? Comente aí embaixo e me conta como está sendo essa experiência 💖

Guia de Filmes Oscar 2017

01 fevereiro 2017

Como uma boa cinéfila que sou, fiquei bastante ansiosa para finalmente descobrir quais eram os indicados para o Oscar 2017. Infelizmente eu nunca consegui assistir os filmes das categorias principais a tempo da cerimônia (esse ano ela acontece dia 26 de fevereiro), mas prometi a mim mesma que tentaria assistir o máximo possíveis de filmes e parar de torcer para eles apenas por ter um ator que eu gosto e sim porque a atuação foi merecida, o filme foi melhor que os outros indicados, e etc.
Por conta disso, fiz uma lista - ou guia - com todos os filmes e categorias as quais eles foram indicados. Estou levando essa lista realmente a sério e depois que fiz ela, descobri que muitos dos filmes de categorias menores eu já tinha assistido no ano passado (obrigada categorias de efeitos visuais), mas dos principais eu não tinha visto nenhum.
Quero em breve fazer alguma resenha dos filmes que mais gostei a.k.a. Moonlight/Capitão Fantástico e outros.
Se você também pretende seguir essa lista à risca como eu, saiba que os documentários 13ª EmendaOs Capacetes Brancos e Extremis podem ser encontrados no Netflix ðŸ˜

Até a publicação desse post minha contagem de filmes indicados já assistidos foi:

Principais: 4 (A Chegada, Moonlight, Hacksaw Ridge, Manchester à Beira Mar);
Secundários: 4 (Elle, Loving, Capitão Fantástico, Animais Noturnos);
Menores: 6 (Rogue One, Animais Fantásticos e Onde Habitam, Esquadrão Suicida, Hail César, Mogli, Doutor Estranho).

Top 5 séries favoritas de 2016

21 janeiro 2017

Continuando a lista de favoritos de 2016 (clique aqui para conferir a de filmes), o post agora é com as favoritas. Diferente dos filmes que são apenas os lançamentos daquele ano, a lista de série pode não tem essa regrinha que coloquei, embora de cinco, apenas quatro séries foram lançadas em 2016.

1. The Crown

Como grande fã da família real britânica e toda essa coisa de monarquia, era óbvio que eu não poderia deixar de assistir a nova grande produção da Netflix, The Crown.

Essa série maravilhosa é sobre o inicio do reinado da Rainha Elizabeth II. Nela podemos ver seu casamento com o Philip, Duque de Edimburgo, sua relação com a irmã, a Princesa Margareth e também sobre como o peso da coroa pode afetar a relação que ela tem com sua família.
Sempre gostei muito de filmes sobre a monarquia britânico e fiquei bastante ansiosa quando a Netflix liberou o trailer da série e acabei maratonando ela em dois dias. Até minha mãe que odeia seriados assistiu e assim como eu também está ansiosa para a próxima temporada.

2. Westworld

Chamada de substituta de Game Of Thrones, que está perto de seu fim, Westworld é uma série incrivel demais da HBO e que vai te fazer criar milhões de teorias sobre tudo.
A série é baseada no filme Westworld de 1973 e foi desenvolvida pelo Jonathan Nolan e sua esposa Lisa Joy que também escreveram todos os episódios da primeira temporada. Jonathan é irmão de Christopher Nolan e foi roteirista de praticamente todos os filmes do irmão, ou seja, é óbvio que a série é boa.

A série se passa em um futuro com tecnologia bastante avançada e é centrada no parque temático Westworld que simula o Velho Oeste. Todo o parque é povoado por androides sintéticos, os anfitriões, e eles atendem todos os desejos dos visitantes (recém-chegados é o apelido dado pelos anfitriões, já a gerência do parque os chama de hóspedes).
Os visitantes podem fazer tudo o que quiserem no parque, sem regras e sem leis, desde matar até a estuprar, tudo isso sem qualquer retaliação por parte dos anfitriões que são impedidos de matar os recém-chegados por conta de um código.
É bem óbvio que tudo isso vai dar muita coisa além de gente rica se divertindo com androides, e essa é a coisa bacana da série, você nunca sabe o que vai acontecer e isso faz com que você crie teorias que nem sempre são malucas.

3. Black Mirror

Alguma vez na sua vida esse ano você deve ter ouvido ou visto algo sobre Black Mirror, aquela série cheia de coisa que te deixa paranóico com as coisas que estão acontecendo na nossa sociedade.

Black Mirror é uma série antológica, ou seja, cada episódio traz uma nova história com personagens e atores diferentes, e sua única relação é sempre homem x tecnologia.
Ela nos faz refletir sobre o futuro próximo da humanidade, misturando coisas e modos de vidas que ainda estão um pouco distantes, junto de comportamentos que podemos perceber no dia-a-dia, como as curtidas das redes sociais.
A série está na sua terceira temporada e todos os episódios podem ser encontrados no Netflix 😃.
Pretendo em breve fazer um post mais aprofundado sobre os episódios e também sobre a série, desde os meus favoritos até aqueles que menos gosto.

4. Stranger Things

Mais uma produção da Netflix que arrasou corações em 2016. Eu não me lembro de nenhuma divulgação da série antes dela ter estreiado, por isso só fui assistir porque vi um pessoal no Facebook falando super bem sobre ela.

Você provavelmente ouviu falar da série onde o elenco principal é composto por crianças adoráveis e também a maravilhosa Winona Ryder.

A série se passa nos anos 80 e é recheadíssima de referências, desde filmes e música até jogos. Tudo começa quando um garotinho, Will, desaparece e aí a cidade inteira começa a fazer uma busca atrás dele, e é claro que seus amigos, Dustin, Mike e Lucas iriam entrar nessa de encontrar o amigo e no caminho eles encontram uma garota com poderes telecinéticos, a Eleven.
Stranger Things foi a única série da minha vida toda que literalmente maratonei em um dia. Comecei ela a noite e só me permiti dormir depois de acabar ela quase seis da manhã. Se isso não é motivo para ser realmente boa, então não sei mais o que te motivar para ver. Talvez o sorriso do Dustin no trailer 😏

5. Demolidor - 2ª temporada

A última série da lista é a segunda temporada de Demolidor que foi simplesmente incrível, porém teve seus altos e baixos.

A segunda temporada é a minha favorita porque o Justiceiro roubou a cena e meu coração em vários momentos. Ele chegou destruindo tudo na série e sendo quase que um novo inimigo para o Demolidor, mas no final os dois meio que se tornaram aliados por um bem maior.
Uma coisa que odiei bastante nessa temporada foi a Elektra. Sei que ela é uma personagem importante na história dele, mas sempre que ela aparecia era como se fosse uma temporada e até série diferente. O foco mudava e as coisas ficavam estranhas demais, o Matt começou a simplesmente deixar seus deveres como advogado de lado, o que abalou bastante a amizade dele com o Foggy. O bom de toda essa história de Elektra e Demolidor trabalhando juntos foi que a Karen ficou do lado do Frank Castle, o Justiceiro, e isso me fez shippar os dois fortemente 💖. Sem contar que o Matt as vezes é beeeem chatinho.

Conta ai nos comentários quais foram as suas séries favoritas de 2016 que eu vou adorar adicionar mais algumas na minha lista 💖

© 2014 - wolfmess 🌵 | Base por Maira Gall | Modificações e Design por Jamile Galtério (eu!)